Resenha: O diário de uma virgem


      Brandy Clark está a ponto de sair do colégio e entrar na faculdade, e ainda é virgem. Ela não se incomoda muito com o fato, até que acaba se agarrando com o cara que é a fim quando ele entra em um quarto escuro e a confunde com outra garota. Quando a confusão é desfeita, ele não quer mais continuar os amassos, e Brandy percebe que deve aprender mais sobre sexo se deseja transar com ele, e mesmo ir bem na faculdade. Ela então organiza uma lista de "coisas a fazer", com todas as variações de sexo que precisa aprender para se tornar expert, e depois vai em busca de testar todas, consultando a opinião das amigas, do chefe e até mesmo da irmã. Mas ela perde o rumo, extrapola limites e acaba magoando várias pessoas no caminho. 



     Esse filme me surpreendeu positivamente. Apesar de obviamente se tratar de sexo, utiliza o humor de um modo bem leve e, em alguns momentos até infantil. Não há erotização na busca de Brandy, ao contrário, ela acaba buscando um pouco de si mesma em sua aventura. E a conclusão é muito boa. Apesar de aberto, o final é satisfatório e bem estruturado. Vale a pena assistir, rende boas risadas.




5 comentários

  1. Não é exatamente o tipo de filme que eu costumo assistir, não sei se gostaria. Mas, quem sabe, eu assista.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de Maio

    ResponderExcluir
  2. Adoro esses besteiróis!
    Não conhecia esse, mas fiquei com vontade de assistir!
    Amei a dica!
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  3. Já assistir esse filme ele é bem chatinho,a historia é muito sem graça,e ate meio sem noção.

    http://pormarinasantana.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. parece ser hilário !
    http://addictiononbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. oiii, o filme parece ser bem divertido, meio estilo bobeirol (estou certa?), mas engraçado. É uma boa dica para descontrair

    beijos
    http://meumundinhoficticio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir