Resenha: Garota mimada

      
   
      Pop Moore vai além do conceito de adolescente mimada: arrogante e infantil, irrita extremamente seu pai quando apronta com a nova namorada dele. Por causa disso, ela é mandada para uma escola de garotas na Inglaterra, onde tem que lidar com um ambiente novo e cheio de regras. Uma mudança drástica, que vai desafiar muito a garota, mas também contribuirá para seu crescimento pessoal.
      Inicialmente deslocada e sem vontade alguma de se adaptar, Pop faz de tudo para sair da escola. Com sorte, consegue aliadas para a missão ser expulsa. Mas toda a operação que tem por objetivo tirá-la daquele lugar, acaba por torná-la mais íntima dele. Logo, o motivo para que ela seja expulsa se torna aquele pela qual ela mais deseja ficar.
       Não há muito mistério na caracterização dos personagens. Pop, por exemplo, é um grande clichê dos filmes adolescentes. A patricinha mimada, que acaba sendo uma garota mal compreendida e descobre a verdadeira personalidade devido a uma grande mudança em sua vida. Para os fãs do gênero, esse é um prato cheio. Para os não tão fãs, bom... Arriscar novos ares nunca faz mal.

4 comentários

  1. Eu conheço o/
    Adorei a indicação, pra quem ainda não viu podem se deleitar para ri. haha

    Beijinhos.

    ResponderExcluir
  2. Vi esse filme esses dias, mas achei tão bobinho e sem graça... sei lá. É como tu disse, a personagem está inserida em uma grande clichê adolescente.

    ResponderExcluir
  3. Já assisti ao filme, mas achei bem clichê, bom para passar o tempo, mas não acho que assista mais de uma vez.

    Pah - Lendo e Escrevendo

    ResponderExcluir
  4. Super clichê mesmo, rs.

    Te espero lá no meu cantinho, =D
    http://meuhobbyliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir